Os automóveis DKW produzidos pela Vemag

A Vemag produziu um sedã, inicialmente denominado “Grande DKW Vemag” e que depois foi batizado como Belcar, uma camioneta, que no começo era conhecida apenas como “perua DKW” e que com o tempo recebeu o nome de Vemaguet, seus derivados “populares”, a Caiçara e a Pracinha, um jipe e um cupê com carroceria projetada pelos Fissore, da Itália. Esses modelos são descritos com mais detalhes no topo da página.
A produção da Vemag em números
 
A tabela a seguir mostra a produção da Vemag ao longo dos anos, restringindo-se aos modelos associados à DKW. No primeiro ano, 1957, foram apenas montados camionetas vindas da Alemanha. Essa camioneta fora na verdade lançada no mercado em novembro de 1956. A partir de 1958 começaram a ser produzidos sedãs e camionetas com índice razoável de nacionalização. O ano de maior produção foi 1962, com 15.544 exemplares entregues. O ano com maior variedade de modelos foi 1965, com 15.260 exemplares e cinco modelos diferentes (Belcar, Vemaguet, Fissore e as camionetas populares Caiçara, em final de produção, e Pracinha, recém lançada).

Ano Sedã (Belcar) Camioneta (Vemaguet) Caiçara Pracinha Candango Fissore TOTAL
1957   1166         1166
1958 2189 1642     1174   5005
1959 1773 2524     1968   6265
1960 3097 4446     248   7791
1961 4642 4695     1582   10919
1962 7123 7806     615   15544
1963 7541 6267 260   20   14088
1964 6291 4975 814     624 12704
1965 5519 3847 99 4938   857 15260
1966 6890 5392   1812   631 14725
1967 6007 5009       526 11542
TOTAL 51072 47769 1173 6750 5607 2638 115009
Há controvérsia quanto à produção do Fissore. O site do Clube DKW Vemag do Brasil e o próprio Sandler ao longo de seu texto afirmam que teriam sido produzidos 2489 unidades, ao invés do valor apresentado nesta tabela. Algumas fontes citam dois Fissore entregues ainda em dezembro de 1963.

É interessante observar que a produção da Vemaguet foi superior à produção do Belcar nos anos de 1959 a 1962. Se fosse somada a produção da Vemaguet dos dois primeiros anos e esse número fosse comparado à produção do Belcar no primeiro ano, seria possível afirmar que a produção da Vemaguet foi superior à produção do Belcar até 1962, quando a situação se inverteu e o sedã teve produção anual superior à camioneta até o fechamento da fábrica.

É interessante observar também que tanto a produção do Belcar quanto a produção da Vemaguet apresentaram produções anuais crescentes até o ano de 1962, quando então variaram próximo aos valores máximoas alcançados e começaram a cair. Passaram a cair em parte por causa dos novos modelos colocados à disposição (os modelos populares, primeiro a Caiçara e depois a Pracinha, e o requintado Fissore) e em parte pelos motivos que levaram ao encerramento da produção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *